Colaboradores endividados, prejuízos para empresas

31 out Colaboradores endividados, prejuízos para empresas

Qual é o impacto da má gestão financeira pessoal na produtividade? Há alguns anos pesquiso as consequências do endividamento pessoal no ambiente de trabalho.

Acidentes, rotatividade, absenteísmo, presenteísmo, fraudes, retrabalho, distrações são algumas das manifestações advindas de problemas financeiros.

Ainda não temos pesquisas suficientes para que possamos mensurar o prejuízo real ou para solucionarmos os problemas e isso, não somente no Brasil.

Apenas recentemente, alguns estudos e projetos foram iniciados na tentativa de encontrar soluções. Por exemplo, nos EUA a Ford Foundation e a Omidyar Network, em parceria com a ideas42, desenvolveram o “Pacote de Estabilidade do Empregado” que visa garantir o pagamento de contas básicas, variáveis e futuras. Após alguns testes, desenvolveram o “desenho para consumidores de baixa renda”.

As conclusões são interessantes, mas duas chamam a atenção em especial: primeiro, mesmo endividados os colaboradores têm intenção para poupar e, a segunda, é que precisam ser ajudados para que saiam da “intenção” e cheguem a “ação”.

Desta forma, as instituições de ensino e empresas podem ajudar de forma ampla o rompimento do endividamento financeiro pessoal e atenuar os impactos econômicos e emocionais, através de programas estruturados de educação financeira continuada.

Aqui no Brasil, ainda engatinhamos e embora seja notório que não apenas trabalhadores de baixa renda enfrentem tais problemas, sabemos que a corda sempre “arrebenta do lado mais fraco”. Uma das razões é que para essa parcela da população os modelos bancários tradicionais não apresentam boas soluções. Então, muito provavelmente, colaboradores da sua empresa, devem para bancos, parentes e agiotas. Endividamento pessoal é um problema das empresas, das famílias e da sociedade em geral.

Sair do endividamento, da crise e melhorar a produtividade do país passa por ampliar o conhecimento.

Uma das bases é a Educação financeira que também é um diferencial competitivo, uma ferramenta para evitar prejuízos e uma forma de impactar positivamente a sociedade.

Nenhum comentário.

Adicione um comentário