Dicas para amigo poupar

Se você não está enfrentando problemas financeiros, mas tem um amigo que está, ofereça ajuda.

Ser um embaixador de educação financeira pode lhe trazer muita satisfação e ganhos inesperados.

Como fazer isso?

SEJA EXEMPLO

Só podemos ajudar alguém a poupar, se formos genuinamente poupadores. O ditado “faça o que digo e não faça o que faço”, não funciona. Então seja um exemplo, mostre otimismo em sua atitude e, principalmente, motive pela recompensa em poupar. Portanto, você deve ter clareza qual é a recompensa em poupar, além do dinheiro.

TENHA PACIÊNCIA

Se você já incentivou seu amigo a poupar diversas vezes e ele ainda não se convenceu, seja paciente. “Jogar a toalha” e desistir dele não vai ajudar em nada.

Entre querer e agir tem uma distância, então continue apostando caso ele ainda não tenha conseguido.

CAMINHE COM SEU AMIGO

Se seu amigo diz que quer poupar, mas não consegue agir, dê o “1º passo com ele”. Ajude-o a estabelecer uma data para começar, faça com ele aquilo que gostaria que fizessem com você: dê ideia de mês para começar, dia estabelecido, claro, isso tudo depois de conversar com ele e perceber que há interesse.

PLANEJE O 1º SONHO

Quem não tem hábito de poupar, não sabe por onde começar e muito menos porquê. Reflita com seu amigo e questione quais são os sonhos que ele possui e que necessitam de dinheiro. Então ajude-o a priorizar, ou seja, qual é o sonho mais viável (não comece com o mais “caro”), avalie em quanto tempo ele pode poupar o valor almejado e qual quantia mensal deve poupar. Assim você planejou com seu amigo, a conquista do 1º sonho dele.

OUÇA

Até aqui você já foi exemplo, teve paciência, deu o 1º passo e planejou o sonho do seu amigo, quer dizer, você já foi um amigo bem bacana. Mas é importante por um tempo, continuar ouvindo, apoiando e incentivando, caso haja alguma “recaída”. E, se você já faz ou vai fazer tudo isso, mostra que é uma pessoa que investe nas amizades, parabéns.

Márcia Tolotti